Skip to content
O QUÊ

"Uma viagem no tempo"

"Uma viagem no tempo" é um livro de bolso escrito por H. G. Tannhaus, o relojoeiro de Winden. A editora Minotaurus imprimiu uma edição de 500 cópias em 1981.

O trabalho contém o arcabouço teórico básico para as viagens no tempo: pontes Einstein-Rosen, buracos de minhoca, o paradoxo de Bootstrap, o ciclo lunar-solar e muito mais. A hipótese fundamental do autor é: o tempo não é linear. Passado, presente e futuro estão interligados e influenciam uns aos outros.

Um best-seller de Winden

Helge Doppler dá o livro de presente para Claudia Tiedemann em 1986, depois de sua nomeação como diretora da usina nuclear. Ele também tem sua própria cópia. Em 2019, Ulrich Nielsen encontra o livro no asilo de idosos, na cabeceira de Helge, e leva-o consigo.

Em 1953, Ulrich mostra o livro ao relojoeiro. É a primeira vez que H.G. Tannhaus o vê. O Estranho também leu o livro e discute seu conteúdo em profundidade com o relojoeiro durante sua visita em 1986.

Spoiler alert
Spoiler

Temporada 2 : Episódio 3

A origem do livro

Como H.G. Tannhaus sabe o suficiente sobre física e teoria da relatividade para criar um livro sobre viagens no tempo? Ele se fez a mesma pergunta a princípio, mas ele simplesmente copiou palavra por palavra do livro que Claudia Tiedemann lhe trouxe do futuro. Isso significa que o conteúdo do livro não tem origem – um paradoxo de Bootstrap que só pode resultar de uma viagem no tempo.