Skip to content
Quem

Regina Tiedemann

Regina Tiedemann parece ferida e fechada, o que não é de estranhar tendo em vista o que ela sofreu. Como adolescente, ela é pálida, tímida e sofre com provocações de outros estudantes. Ela sofre com sua mãe dominadora, Claudia. Já adulta, ela abre o Waldhotel Winden, mas os hóspedes param de chegar no outono de 2019, depois das notícias sobre as crianças desaparecidas.

Regina recebe notícias devastadoras. Ela tem câncer de mama, já espalhado. Felizmente, ela tem um marido que a ama, Aleksander, com quem ela tem um filho, Bartosz.

Inimigos para a vida

Regina tem uma péssima relação com Ulrich e Katharina Nielsen. O casal a persegue quando ela é adolescente e chega até a amarrá-la a uma árvore em uma ocasião. Depois, Katharina acredita incorretamente que Regina está por trás das alegações de estupro feitas contra Ulrich. Ela acha que Regina contou a mentira a seu avô policial, Egon Tiedemann, em vingança e como uma ameaça.

Um jovem saído não se sabe de onde aparece com uma arma e afugenta Katharina. É Aleksander, que acabou de chegar a Winden, e depois se casa com Regina.

Spoiler alert
Spoiler

Temporada 2 : Episódio 2

Uma confissão tardia

No verão de 2020, o câncer de Regina avançou, e ela é forçada a deixar o hotel. Ela faz quimioterapia e vive entre casa e o hospital.

Em uma conversa com o investigador especial Clausen e Charlotte Doppler, Regina conta à polícia pela primeira vez que ela tem um hóspede de aparência suspeita em novembro de 2019. Com sua ajuda, Clausen faz um retrato falado do Estranho.

Spoiler alert
Spoiler

Temporada 2 : Episódio 8

A mãe desaparecida

Regina recebe uma visita da mãe, desaparecida por 33 anos, mas que parece não ter envelhecido um dia. É o começo das viagens de Claudia Tiedemann pelo tempo. Ela ajuda sua filha doente a chegar ao bunker, o que garante que ela sobreviva ao apocalipse.