Eine Reise durch die Zeit

ALERTA DE SPOILERS!

Eine Reise durch die Zeit (“Uma jornada pelo tempo”), por H.G. Tannhaus — o Relojoeiro. Ele escreveu o livro depois de tê-lo visto. Ulrich mostrou-lhe o livro na oficina em 1953, mas o Relojoeiro não reconheceu ainda a si mesmo, mais velho, na contracapa.

O livro contém uma teoria de viagem no tempo. Pontes de Einstein-Rosen, buracos de minhoca: o tempo não é linear; passado, presente e futuro estão entrelaçados.

Em 1986, Helge dá o livro a Claudia quando ela assume o posto de direção da usina nuclear. Como um idoso, ele o tem em seu quarto no asilo. Ulrich o encontra em 2019, ao procurar por Helge. Ele leva o livro consigo e segue o velho até uma caverna — saindo no ano de 1953, onde ele o mostra para o Relojoeiro. O livro é, portanto, sua própria inspiração.