A carta de Michael

ALERTA DE SPOILERS!

Quando Michael Kahnwald se enforca no sótão, deixa para trás uma carta. O envelope tem uma inscrição: "Não abrir até 4 de novembro, 10:13 p.m." Sua mãe adotiva, Ines Kahnwald, fica com ela. Mais tarde, entregará a seu neto, Jonas. Mas ele já a leu e a destruiu, depois de recebê-la do Estranho.

Daqui em diante, Jonas carrega a carta consigo, até que — como adulto, o Estranho — ele a entrega para seu eu mais jovem. A carta que Jonas queima em 2019 já tem décadas de idade e viajou com ele pelo tempo. A que sua avó dá a ele, em comparação, tem apenas algumas semanas. E ainda assim elas são a mesmíssima carta.